Jorge Manuel Langweg

Juiz-Desembargador, com 54 anos de idade, em exercício de funções no Tribunal da Relação do Porto.

Percurso profissional, com mais de 15.000 julgamentos realizados na primeira instância e 700 acórdãos relatados na segunda instância:

- Juiz de Direito, entre 1992 e 1995 nas comarcas de Vila Franca de Xira, Velas, São Roque do Pico, Ferreira do Alentejo, Cuba e Olhão;

- Juiz de Círculo, entre 1995 e 1999, no Tribunal de Círculo de Portimão;

- Juiz de Círculo, entre 1999 e 2012, no Círculo Judicial de Faro;

- Juiz-desembargador auxiliar no Tribunal da Relação de Lisboa, entre 2012 e 2015;

- Juiz-desembargador no Tribunal da Relação do Porto, desde 2015;

Actividades extra-profissionais:

Docente universitário (entre 1989 e 1990 - assistente - e entre 1998 e 2003 - professor auxiliar convidado e regente das disciplinas de Direito Penal I e Direito Processual Civil I)

Em 15 de Maio de 2003, foi ouvido na 1ª Comissão (Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias) da Assembleia da República, a respeito da reforma penal e processual penal;
Entre 18 e 20 de Dezembro de 2003, participou no Congresso da Justiça, integrando o painel "Formação dos profissionais do foro";

Em 2005, autor da iniciativa "Tribunal XXI", apresentada no Congresso dos Juízes Portugueses, que resultou na introdução do sistema de gravação digital da prova em todos os tribunais judiciais;

Em 2010, palestrante no VII Encontro Anual do Conselho Superior da Magistratura, dedicado ao tema "A justiça e os meios informáticos";

Em 2017, membro do júri de provas escritas de ingresso no Centro de Estudos Judiciários;
Autor de diversos artigos e estudos sobre temas jurídicos e de segurança informática e participante regular em palestras e encontros sobre essas temáticas, tendo a última tido lugar na Conferência "Os desafios da Inteligência Artificial na prática judiciária", em 6 de Abril de 2019, no âmbito do Congresso Nacional do S.F.J.;

e Membro eleito do Conselho Geral da A.S.J.P..

EAD
Multicert
Caso
Papiro
Pontual
SFLAG